O Que é Dieta Low Carb?

É conhecida como LCHF que quer dizer Low Carb High Fat – ou seja baixo em carboidratos e alto em gorduras. A quantidade de proteína consumida é a mesma que se você estivesse em uma dieta normal.
A dieta low carb se trata de uma dieta de baixo carboidrato.
Funciona da seguinte maneira. Quando você come carboidratos na sua alimentação, principalmente os refinados, eles se tornam açúcar (glicose) no seu sangue, como o excesso de açúcar no sangue é tóxico, o seu corpo libera a insulina para armazenar esse açúcar na forma de gordura.
A insulina:
- Suspende a queima de gordura;
- Converte o açúcar circulante em gordura;
- Acelera o estoque de gorduras.
Quando o açúcar no sangue diminui, você ainda tem insulina circulando. Assim você continua sem conseguir transformar a gordura em energia, e para não ficar sem energia, o seu corpo te induz ainda mais a comer os carboidratos.
E o ciclo começa novamente.
Carboidratos = ↑Insulina =↑Ganho de peso = ↑da Fome =↑ dos CARBOIDRATOS.
Para quebrar esse círculo sem fim, muitas pessoas tomam remédios para baixar a glicemia sanguínea, outros para melhorar os receptores de insulina, outros piores ainda tomam todas as drogas psicoativas com comprovação de dependência para a inibição do apetite.
Mas infelizmente nada disso se resolve, e o efeito sanfona é garantido.
Existem muitas linhas da dieta low carb com foco no emagrecimento, algumas consagradas como a dieta de Atkins e outras polemicas como a Dunkan. Eu trabalho com a dieta low carb com uma abordagem funcional. Que estão classificadas de acordo com o Índice Glicêmico de cada alimento.
Ela Funciona?
Um dos grandes objetivos do "Dieta Low Carb" é resgatar a sua capacidade de diferenciar fome de verdade e outros tipos de fome (automática, emocional...). Isso porque as mudanças alimentares sugeridas nessa dieta visam trazer um equilíbrio hormonal que possibilita o aumento da saciedade. Dessa forma caberá a você perceber e respeitar as mudanças no seu apetite.
Mas comece já esse exercício, ficando atento a quanto está realmente com fome antes de fazer qualquer refeição.
Antes de qualquer refeição pergunte a si mesmo se você está realmente com fome ou está entediado, triste, carente ou cansado (a)? Perceba se você está comendo além do que seu corpo precisa e observe como fica pesado e lento após uma refeição grande. Experimente comer apenas quando sentir fome e parar quando se sentir saciado, e veja como esse exercício simples pode ser transformador.
Os benefícios de mantem a glicose baixa, e por consequente a insulina é que traz todo esse benefício ao corpo e ao emagrecimento eficaz.
A correta substituição dos alimentos faz com que você perca a fome, tanto pelo mecanismo da insulina explicado anteriormente, como pelas substituições de gorduras saudáveis que saciam por mais tempo.
Benefícios dessa dieta
- Controla a glicemia dos diabéticos
- Reverte o quadro de gordura no fígado
- Estabiliza a pressão arterial
- Auxilia no emagrecimento
- Reduz ansiedade e compulsão alimentar.
Você ainda pensa em calorias?
Você se imagina o resto da sua vida pesando alimentos e verificando a quantidade que pode comer todos os dias? Imagina em um casamento ou uma festa você levando sua balancinha ou seu caderninho para contar calorias? Pois bem isso não é vida, e está comprovado que dieta restritivas engordam, pois tem uma hora que você resolve se libertar disso tudo, e voltar a viver normalmente. Mas e aí? Você aprendeu a comer? Se reeducou?
Cortar calorias se resume a uma dieta baseada em fome, e isso nunca funcionou.
Uma dieta restrita em gordura e com baixa caloria só tem um objetivo? Aumentar a lucratividade das indústrias alimentícias.
Quem se beneficiará com essa dieta?
Todas as pessoas que necessitam emagrecer e também as que sofrem com os seguintes problemas de saúde como como:
Obesidade
Síndrome metabólica
Triglicérides alto
Colesterol alto
Ácido úrico elevado
Hipotireoidismo
Esteatose hepática
Hipertensão
Pré- diabetes
Diabetes tipo I e II
Fadiga crônica
Fibromialgia
Síndrome do intestino irritável
Alzheimer
Lúpus
Artrite reumatoide
Convulsão
E outros problemas inflamatórios como: crônico-degenerativos e autoimunes.
A OBESIDADE é uma doença marcada pelo desequilíbrio metabólico, principalmente representado pelo excesso de carboidratos na dieta. Para tratar esse tipo de desequilíbrio você precisa de uma dieta “desequilibrada” – com muito menos carboidratos para equilibrar seu metabolismo.
A conta é a seguinte:
- Se uma pessoa obesa comer muito carboidrato – ela vai ficar obesa.
- Se o obeso comer uma dieta equilibrada (que ainda é rica em carboidratos), ele ainda vai continuar obeso.
- Para sair dessa obesidade é preciso que ele coma uma dieta pobre em carboidratos o com carboidratos de baixo Índico glicêmico, e aí teremos o tão sonhado emagrecimento.
- Preste atenção – ninguém está falando em cortar carboidratos, mas em reduzir seu consumo, e optar por escolhas mais saudáveis.
Intestino preso
Uma grande inimiga do emagrecimento é a constipação. Muitas pessoas não sabem mas para serem considerado saudáveis precisamos ir ao banheiro 1x ao dia.
Nosso organismo acumula toxinas diariamente que devem ser eliminadas pela pele, fezes e urina.
Por isso evacuar diariamente faz parte de uma faxina diária que seu corpo tem que fazer. A consistência das fezes deve ser pastosa e de cor clara (tipo uma banana marrom), e você deve sentir sensação de esvaziamento completo.
Muitas dietas hoje reduzem as frutas por conterem carboidratos, contribuindo ainda mais para o quadro de constipação intestinal (prisão de ventre).
Mantenha uma boa hidratação e uma dieta variada.

Texto resumido do livro: Dieta low carb – emagreça já.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2018 Saúde e Sabor Funcional. Todos os direitos reservados.
 Site desenvolvido por DVsmall Agência Digital
facebook-squareyoutube-squareinstagram