Farinhas Usadas na Dieta Low Carb

Farinha de frango

Ingredientes: 2 peitos de frango ou mais.

Preparo: Cozinhe o peito de frango somente com água.

Se for usar a panela de pressão, cozinhe por 20 minutos. Abra e confira se ainda está sobrando água, leve ao fogo para secar completamente. Se usar panela comum para cozinhar, leva mais tempo. Cozinhe o frango até que ele desmanche. Separe ossos e cartilagens e desfie. Coloque em pequenas porções no liquidificador. Até quase virar uma massa. Em uma frigideira ou panela baixa e aberta, comece a secar a massa em pequenas porções, apertando e espalhando a massa pela frigideira, até que ela perca toda umidade, fique soltinha e levemente dourada. Leve ao liquidificador para afinar mais ainda a farinha. Passe toda a farinha em uma peneira fina. O que sobrar na peneira, passe novamente no liquidificador e depois passe novamente na peneira. Repita o processo até finalizar toda farinha. Guarde em recipiente fechado na geladeira.

Farinha de semente de abóbora

Rica em fibras, está farinha possui ainda ácidos graxos poli-insaturados e monoinsaturados. “Apresenta alguns minerais, como ferro, magnésio e potássio. Boa opção de farinha low carb, apresenta baixo teor de carboidrato e é rica em proteína. Atua no controle da fome e dislipidemia”.

Como preparar

  1. Lave as sementes retirando qualquer vestígio da polpa e deixe de molho por pelo menos 6 a 8 horas.
  2. Escorra e espere secar por 1 hora.
  3. Leve ao forno médio, mexendo de vez em quando.
  4. Quando estiverem torradas, retire do forno, espere esfriar e bata no liquidificador até formar uma farinha.

Se não encontrar a farinha de semente de abóbora já pronta, você pode optar por comprar apenas as sementes pela internet.

Usar em: bolos, biscoitos, frutas, sucos e vitaminas com água.  

Farinha de semente de girassol

Rica em fibras, está farinha também possui ainda ácidos graxos poli-insaturados e monoinsaturados. Boa opção de farinha low carb, apresenta baixo teor de carboidrato e é rica em proteína. Atua no controle da fome e dislipidemia”.

Como preparar

  1. Lave as sementes e deixe de molho por pelo menos 6 a 8 horas.
  2. Escorra e espere secar por 1 hora.
  3. Leve ao forno médio, mexendo de vez em quando.
  4. Quando estiverem torradas, retire do forno, espere esfriar e bata no liquidificador até formar uma farinha.

Se não encontrar a farinha de semente de abóbora já pronta, você pode optar por comprar apenas as sementes pela internet.

Usar em: bolos, biscoitos, frutas, sucos e vitaminas com água.  

Farinha de amêndoas

Uma das mais populares atualmente quando o assunto é alimentação low carb, a farinha de amêndoas é isenta de carboidrato e glúten, além de ser fonte de fibras, vitamina E e antioxidantes. Também apresenta gordura monoinsaturada e poli-insaturada. “As farinhas de frutas oleaginosas, como é o caso da farinha de amêndoa, são fontes de gordura mono e poli-insaturadas que auxiliam na redução do LDL-colesterol, oferecendo assim proteção contra as doenças cardiovasculares. Também são ricas em proteínas, isentas de glúten, apresentam vitamina Emagnésio, além das fibras responsáveis por aumentar a saciedade e controlar a glicemia, auxiliando no tratamento do diabetes mellitus”.

Como preparar

Retire a pele das amêndoas. Faça isso colocando-as em água quente por 3 minutos, assim, a pele sairá facilmente.

  1. Depois, leve para assar em forno baixo, somente para secar, não deixe torrar.
  2. Retire do forno, espere esfriar um pouco.
  3. Logo em seguida, bata tudo no liquidificador até virar uma farinha.
  4. Armazene em pote escuro no armário ou geladeira.

Você pode ainda, se preferir, já comprar a farinha de amêndoas pronta a maioria das casas de produtos naturais ou pela internet.

Usar em: Pão low carb, Cup cakes salgados; Bolos; Doces.

Farinha de amendoim

Esta é uma farinha isenta de carboidrato e glúten, é fonte de gordura monoinsaturada e fibras, auxiliando no controle das doenças cardiovasculares e dislipidemias, além de proporcionar o aumento da saciedade e o controle da glicemia – por conta da quantidade de fibras. Dica: cuidado com a procedência do seu amendoim, ele pode estar contaminado com aflotoxina (um fungo).

Como preparar:

  1. Retire a casca do amendoim (sem sal) e distribua em uma assadeira.
  2. Leve ao forno em temperatura alta, sem óleo, por cerca de dez minutos.
  3. Deixe esfriar. Após isso, bata no liquidificador até formar uma farinha.

Você também encontra a farinha de amendoim à venda nas casas de produtos naturais e na internet.

Usar em: Bolos; Sucos; Vitaminas; Muffins; Doces; Crepes; Tortas; Polvilhada em iogurtes e frutas.

Farinha de casca de maracujá

Também é considerada farinha low carb.  Ela é rica em fibras, principalmente a pectina. Atua no controle do colesterol e glicemia também, e auxilia na redução de peso.

Como preparar, confira o passo a passo:

  1. Lave bem os maracujás. Corte ao meio e retire muito bem a polpa.
  2. Coloque-os em uma assadeira e leve ao forno médio por 30 minutos. Mexendo às vezes.
  3. Depois, espere esfriar. Bata em um liquidificador até obter uma farinha. Se desejar, pode peneirar. Você também encontra a farinha de maracujá facilmente à venda nas casas de produtos naturais ou online.

Usar em: Biscoitos; Bolos; Tortas; Pães; Polvilhada no iogurte; Em sucos, vitaminas e na água; doces em geral.

Farinha de banana verde

Tem um certo sabor residual, então usar com moderação no início. Pode ser utilizada em pães dando consistência e sabor. “É fonte de vitamina C e cálcio, além de amido resistente (absorvido lentamente), mas é fonte de uma quantidade substancial de carboidrato em sua composição, mas não se preocupe, são em sua maior parte de amido resistente, isto é, apresenta baixo índice glicêmico”.

Como preparar

Confira o passo a passo:

  1. Higienize as bananas verdes e corte-as em rodelas.
  2. Coloque em uma forma e leve ao forno em temperatura baixa. Asse até que fiquem bem secas.
  3. Retire do forno e espere esfriar. Coloque no liquidificador e bata até formar uma farinha.

Você encontra a farinha de banana verde facilmente à venda, inclusive pela internet.

Usar em: Sucos; Sopas; Iogurte; Bolos; Pães; Panquecas; Cookies; vitaminas e sucos.

Farinha de linhaça marrom e dourada

Esta farinha é isenta de carboidratos, uma boa fonte de fibra solúvel e insolúvel, que auxilia no bom funcionamento do intestino, além de auxiliar na saúde do coração, no controle da glicemia e saciedade (reduzindo peso). É ainda fonte de gorduras saudáveis como o ômega-3.

Como preparar

  1. Basta bater as sementes de linhaça dourada ou preta no liquidificador até se formar uma farinha. Detalhe, seu liquidificador não pode estar úmido.
  2. Armazene em pote escuro na geladeira. Procure bater em pequenas quantidades -tipo 1 ou 2 xícaras por vez para ela não oxidar (perder as gorduras boas).

A farinha de linhaça tem um preço bem acessível, e é fácil de encontrar.

Dica – ela se ficar velha deixa um sabor residual em suas preparações.

Usar em: Pães; Bolos; Tortas; Vitaminas; Misturadas em sucos e iogurtes.

Farinha de coco

Bastante popular quando o assunto é alimentação low carb, a farinha de coco apresenta fibras, proteínas, carboidratos em pequena proporção, gordura monoinsaturada e saturada e é isenta de glúten. “Vai muito bem em pães, saladas de frutas, iogurtes”.

Como preparar

  1. Escorra muito bem o bagaço do coco e leve ao forno em temperatura média por volta de 3 a 4 horas, até que fique bem dourada.
  2. Deixe esfriar e, depois, bata no liquidificador até que se torne uma farinha fininha.

A farinha de coco também é facilmente encontrada à venda em casas de produtos naturais e lojas online.

Usar em: Iogurtes; Saldada de frutas; Pães; Bolos; Salada; Massas salgadas; panquecas.

Sabe aquele resíduo do leite de coco que sobra no coador, então você pode secar ele no forno e vai virar uma farinha também.

Farinha de castanha de caju

Esta farinha é isenta de glúten, rica em gordura mono e poli-insaturadas, previne a dislipidemia, diminuindo o LDL-colesterol. “Além disso, também apresenta magnésio e zinco. É indicada para preparar bolos, farofas, adicionar em iogurtes e saladas de frutas”.

Como preparar

Confira o passo a passo:

  1. Coloque as castanhas em uma assadeira e leve em forno médio.
  2. Retire depois de assadas. Deixe esfriar e bata aos poucos no liquidificador até que se forme uma farinha.

Além de poder ser preparada em casa, a farinha de castanha de caju pode ser encontrada à venda nas casas de produtos naturais ou na internet.

Farinha de nozes

Também é isenta de glúten e apresenta uma concentração baixa de carboidrato. “Apresenta ainda antioxidantes, como a vitamina E, e gorduras mono e poli-insaturadas. É indicada no preparo de bolos, tortas e pães”.

Como preparar

Confira o passo a passo:

  1. Retire as nozes das cascas, coloque em uma assadeira e leve ao forno até ficarem douradas.
  2. Espere esfriar e vá batendo aos poucos no liquidificador até se formar uma farinha.

A farinha de nozes pode ser encontrada à venda em casas de produtos naturais e na internet.

Usar em: Bolos; Pães; Cupcake; Doces em geral; Massas em geral.

 

Texto adaptado do site: https://www.dicasdemulher.com.br/farinha-low-carb/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2018 Saúde e Sabor Funcional. Todos os direitos reservados.
 Site desenvolvido por DVsmall Agência Digital
facebook-squareyoutube-squareinstagram